a noite perfeita

por julyanna

los hermanos

a noite começou com o som dos los hermanos. eu acho que fiz as pazes com eles pq realmente gostei de ouvi-los tocar aquelas musiquinhas que todo mundo conhece. rs!deu até pra dançar junto.o vigor e os clássicos levantaram todo mundo.até eu.

kraftwerk

o kraftwerk não foi,definitivamente, o que eu esperava. mas foi bom.muito bom.uma horinha de um show com o set list curtíssimo mas com os clássicos que todo mundo adora. não tinha como não ficar impressionado com a roupa e as imagens no palco.muito louco.

radiohead

quanto ao Radiohead:estar lá já foi demais pra mim. poder ouvir. mesmo sem ver muito. rs! gente pequena é assim. mas não teve bicho não. eu sentia o que todo mundo sentia: uma emoção doida. era perceptível o que se passava. estava todo mundo tão incrivelmente feliz que aquela energia me contagiava lindamente. depois de 4 horas em pé eu não sentia mais a dor dos meus pés inchados quando ouvi 15 stepz. e foi tudo mesmo perfeito. eu oscilava entre a euforia e a tranqüilidade de quem dorme.paranoid android foi mesmo a melhor parte do show. ouvir 30 mil pessoas cantando com o thom yorke foi foda. arrepio era o que eu sentia a todo momento. definitivamente eu fui para o show da minha vida.

rs!

até.