1968/1969

por julyanna

...

...

esse é o primeiro álbum da gal costa. lançado em 69 foi gravado no ano anterior. tem arranjos de gilberto gil e rogerio duprat (aqui claramente a referência tropicalista do álbum). de qualquer forma as duas interferências transformaram esse álbum num clássico obrigatório para qualquer amante da música brasileira. eu durante muito tempo achei F-A-T-A-L o melhor álbum dela. hoje acho os dois. rs! por que, definitivamente, a gravação de divino maravilhoso é fabulosa. é possível perceber a guitarrar berrando ao fundo. ela quer gritar o recado fundamental em épocas tortuosas. além disso temos uma gravação do samba rock de ben jor ( que pena) cantada com caetano que é uma “dilicia”. a interprete também acertou na escolha de vou recomeçar de erasmo e roberto. dando conta da necessidade da liberdade até no amor: ” quero amor e quero amar. quero a vida aproveitar”. e por favor, o que é essa contra capa? o layout é de um tal de gian. que eu busquei e não achei nada. mas não é linda essa arte?

minha gente, adoro essa capacidade que certos álbuns possuem de nos transportar. cada música se encaixa perfeitamente com o momento. não é a toa que esse álbum vendeu 100 mil copias. incrivel para aquele época. bom, o negocio é ouvir. boa audição.

vou recomeçar

divino, maravilhoso

deus é o amor

que pena

namorinho de portão

até.