película

por julyanna

aparentemente monótono e deprimente o filme de tom ford (sim, o estilista famoso e gato) ganha você aos poucos ao contar a história de amor entre dois homens. o que me mais me sobressaiu não foi a tentativa constante, do personagem principal,  de tirar a própria vida. mas sim os belos lances de consciência que o personagem tem antes do grande momento. e no final como num sopro de vida o personagem afirma: “A few times in my life I’ve had moments of absolute clarity, when for a few brief seconds the silence drowns out the noise and I can feel rather than think, and things seem so sharp and the world seems so fresh. I can never make these moments last. I cling to them, but like everything, they fade. I have lived my life on these moments. They pull me back to the present, and I realize that everything is exactly the way it was meant to be. “

bom, vale a pena pela atuação do colin firth.

até.